Clareamento dental




http://odontomix.no.comunidades.net/dente_clareamento.gif

O Clareamento Dental, entrou na Odontologia no momento em que muito se fala em Estética Dental.Sendo considerado um tratamento auxiliar na Estética. Quando surgiu havia dúvidas quanto à sua ação sobre as estruturas dentais. Dizia-se na época que causaria danos ao esmalte, como por exemplo abrasão. Estudos recentes provaram que isto não ocorre. Quando colocamos o clareador em contato com o dente irá ocorrer uma reação de óxido/redução no interior da dentina, e assim as impurezas que aí se alojaram serão removidas, sem danos ao esmalte e à dentina.

Devemos, sim, ter cuidados quanto aos materiais usados. Há muitos materiais vendidos, indiscriminadamente, em farmácias, por telefone e outros meios, que devem ser vistos com cautela. Temos casos em que o clareamento não trará resultados, devido ao tipo de manchas apresentadas pelos dentes, que devem ser analisadas, antes de seu uso.

Procurar um dentista neste momento é a melhor atitude. Para uma correta interpretaçào do caso como indicação do material ideal para o caso. Existem materiais para uso caseiro que não causam problemas à gengiva, queimaduras, por exemplo. Outros são indicados para tratamento em consultório , e que devem ser manipulados pelo profissional. Os dentistas estão qualificados para orientar o paciente quanto ao uso, e devem sempre buscar produtos aprovados pela A.D.A.(American Dental Association).

Devemos salientar que mesmo assim o paciente poderá ter alguns desconfortos que serão esclarecidos e resolvidos com facilidade pelo profissional. Éticamente, o paciente deverá saber que o clareamento só terá efeito sobre a estrutura dental. Assim deve estar ciente, antes do início do tratamento, que se tiver restaurações de Resina Composta, principalmente, nos dentes anterires, estas com muita chance, deverão ser trocadas, após o clareamento, já que irão ficar diferentes da nova tonalidade dos dentes.

Concluimos que o clareamento dental, quando bem orientado, trará grandes satisfações ao paciente.

Fonte:
José Ricardo Penteado Aranha



Comente:

Nenhum comentário