Práticas para ter um sorriso perfeito





 

Corrija as imperfeições
Método preferido para sanar problemas de cor, quebras e diastema (dentes separados), as lentes de contato (com espessura de 0,3 mm) são fixadas com uma cola especial, de silício e hidrogênio, dente a dente, em uma sessão. Antes, tira-se um molde provisório para saber como o resultado ficará. A manutenção é uma limpeza no consultório a cada seis meses. A durabilidade é de 10 a 20 anos. O investimento, por dente, vai de R$ 1.500 a R$ 3 mil.

Melhore o alinhamento
O Invisalign, mais moderno aparelho ortodôntico, utiliza uma série de placas finas e transparentes, trocadas a cada duas semanas, até que se alcance o alinhamento desejado. Como é removível (e não tem fios), você deve tirá-lo para comer e beber, escovar os dentes e recolocá-lo. O tratamento pode durar até um ano e custa a partir de R$ 10 mil.

Acerte a gengiva
Quando há retração e os dentes parecem mais alongados, é realizado o enxerto de tecido conjuntivo para aumentar o volume na região, diminuindo a sensibilidade causada pela exposição das raízes. "Em caso de excesso de gengiva, usamos um bisturi elétrico e anestesia local para removê-la. O procedimento é indolor e não deixa cicatriz", explica Alexandre Bussab, cirurgião-dentista da Clínica Dental Saúde (SP). A paciente fica em repouso por um dia e os pontos são retirados após uma semana a dez dias da cirurgia. O preço médio fica entre R$ 1.500 e R$ 5 mil.


Comente:

Nenhum comentário