Facetas dentárias ajudam a conquistar sorriso perfeito




Uma boca com dentes alinhados e branquinhos impressiona e serve como um verdadeiro cartão de visitas. Não é a toa que cada vez mais pessoas recorrem aos serviços da odontologia estética.

Além do clareamento, as facetas são o carro-chefe da especialidade e itens obrigatórios na repaginação de homens e mulheres em busca de uma melhor apresentação.

Com materiais inovadores e até ajuda de programas de computador sofisticados que auxiliam a fazer os moldes, as facetas são uma espécie de unha postiça. "Elas são coladas aos dentes com um cimento próprio, à base de resina. São seguras e os resultados satisfatórios, desde que o trabalho seja bem executado", diz Edgar Yuji Tanji, Doutor em Dentística, professor das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e Uninove, de São Paulo.

Boa parte dos dentes impecáveis que se vê na televisão e no cinema é fruto da técnica. Mas o sorriso dos famosos tem preço salgado: segundo os especialistas, cada faceta custa entre R$ 1 mil a R$ 4 mil – o tratamento todo gira em torno de R$ 20 mil a R$ 30 mil.

Para quem não abre a boca de vergonha, os resultados compensam. "Mas é importante o paciente ter a consciência de que a manutenção é fundamental", alerta o dentista José H. Todescan Junior, especialista em prótese pela Universidade de São Paulo (SP).

A seguir, os especialistas esclarecem dúvidas sobre a colocação de facetas.

É possível deixar qualquer dente (quebrado, torto, manchado) "perfeito"?
Praticamente sim. "É importante uma boa avaliação, para não criar expectativas exageradas. Mas a maioria dos casos tem tratamento. Os dentes podem chegar muito perto da perfeição", diz Todescan.

Quando são indicadas as facetas de resina e as de porcelana?
Elas são diferentes, mas têm a mesma função estética. "As facetas de resina são mais práticas, pois para sua colocação não é necessário desgastar os dentes. A técnica pode ser realizada no consultório, em um dia. E sua duração, com os cuidados básicos, pode chegar há 10 anos", explica Todescan. Já a colocação das facetas de porcelanas exige que os dentes sofram pequenos desgastes, o que torna a técnica irreversível. "Tiramos os moldes dos dentes e encaminhamos para um protético para a execução das facetas, que depois serão coladas. O resultado estético e a durabilidade (cerca de 15 anos) são maiores", completa Tanji.

Existe alguma contra-indicação?
Apenas se o paciente tiver uma estrutura dental ruim.

Exigem cuidados especiais de manutenção?
Como qualquer intervenção odontológica, as facetas exigem boa higienização bucal.

Quando são necessários retoques ou trocas de facetas?
Bem feitas, as facetas duram muito tempo. "A durabilidade das de resina é menor. Mas refazê-las é mais simples, o procedimento é realizado no consultório mesmo. O paciente pode inicialmente optar pela de resina e depois, se quiser, mudar para a de porcelana", diz Tanji.

A colocação de facetas pode mudar a dicção ou a mordida do paciente? É recomendado fonoaudiologia em alguns casos?
"Normalmente elas não interferem na parte fonética", diz Tanji. O especialista porém alerta que o processo deve ser muito bem planejado. "Não se pode fazer grandes modificações. É preciso respeitar e seguir a estrutura bucal do paciente". O resultado deve ser o mais natural possível para que o sorriso fique bonito mas não pareça excessivamente perfeito, como uma obra do dentista.



Comente:

Nenhum comentário