Férias escolares merecem atenção à saúde bucal das crianças





As férias escolares  chegaram e com elas, as brincadeiras. Para as crianças, é só alegria, mas os pais devem ficar atentos, pois nesta época são mais comuns os traumas nos dentes. Isso é comum, pois elas passam a maior parte do dia brincando, correndo, andando de bicicleta, enfim, em situações que as deixam mais propensas a caírem e se machucarem.

Caso a criança quebre um dente, é importante ligar imediatamente para o dentista da criança, para avisar o ocorrido, e levá-la ao consultório. Se a criança quebrou o dente, pegue o fragmento e coloque-o num frasco com água ou leite. Essa conduta ajuda a deixar o dente hidratado até chegar ao consultório.

Essas primeiras providências são muito importantes porque aumentam a possibilidade de manter a vitalidade do dente e também de ter um melhor prognóstico, prevenindo complicações e tratamentos de alto custo no futuro.

Para prevenir traumatismos dentários:

- Evitar tomar refrigerantes diretamente na garrafa;

- Tomar cuidados durante os jogos com contato físico;

- Evitar empurrões durante jogos e brincadeiras;

- Não saltar de balanço em movimento;

- Sempre sair da piscina pela escadinha;

- Se seu filho pratica esportes radicais, lembre-o de usar sempre capacete e protetor bucal (skate, bicicleta, hockey, patins...).

Nas férias também é comum a criança ir passar alguns dias na casa dos avós ou de amigos, saindo da rotina, o que pode levá-la a esquecer da higiene bucal. Segundo a Dra. Thelma, para que isso não aconteça é importante que a criança já esteja condicionada a escovar os dentes sempre após cada refeição. Com isso, ela irá se divertir sem descuidar dos dentes no momento de lazer.

É importante também a mãe não se descuidar dos cuidados nas férias, por isso é preciso que, nas férias de julho e de final de ano, a criança passe no consultório para fazer uma avaliação e a prevenção (profilaxia + flúor). "Com isso, a criança estará protegida, e nunca esquecendo de escovar os dentes três vezes ao dia, no mínimo, ou após cada refeição", diz ela.


 


Comente:

Nenhum comentário