Por que meus dentes são sensiveis?




http://www.es.gov.br/site/files/arquivos/imagem/saudebucal247.jpg

É mais ou menos como levar um choque. O contato de uma substância gelada ou quente demais com os dentes provoca uma dor aguda na boca impedindo a conclusão da mordida.

Estima-se que essa reação, chamada pelos especialistas de hipersensibilidade dentinária, atinja mais de 50 milhões de pessoas no Brasil. E com certeza você já viu muitos anúncios de produtos que prometem eliminar o desconforto. Existe uma grande variedade de tratamentos, e nenhum deles, sozinho, se mostrou completamente eficiente até hoje. Isso pode mudar.

A sensibilidade é provocada por múltiplos fatores, como inflamações na gengiva, escovação incorreta, refluxo gastroesofágico e, em alguns casos, desgastes originados por mordida inadequada.

Alguns novos recursos ainda estão sendo estudados, como o uso de materiais bioativos, que ajudam o corpo a formar tecido mineral sobre a dentina. Outra promessa é o laser de alta potência, bastante usado em procedimentos cirúrgicos.

Veja o que é possível fazer hoje, no dentista e em casa, para amenizar a hipersensibilidade.

No consultório

O laser de baixa potência é um procedimento que surgiu nos últimos tempos como alternativa para a redução da hipersensibilidade. É que esse feixe de luz tem ação analgésica e anti-inflamatória, além de acelerar a deposição de dentina. O efeito é super-rápido e na primeira aplicação já se nota a diferença. Mas ainda não se sabe como é o efeito em longo prazo, de acordo com estudos recentes.

Quando a hipersensibilidade é provocada pela retração da gengiva e a raiz dos dentes fica exposta, é possível fazer uma cirurgia de recobrimento. Porém, o período pós-operatório pode ser um tanto doloroso e, dependendo da causa do deslocamento da gengiva, ela poderá se retrair de novo.

Outros dois procedimentos se destacam no arsenal dos dentistas. Um deles é a aplicação de géis e vernizes com flúor, mineral que ajuda na remineralização dentária. Em alguns casos, no entanto, é necessário recorrer à restauração, criando uma barreira de resina ou de outro material no local exposto e afastando as dores por mais tempo. Esta é uma boa opção, principalmente se, além de haver desgaste do colo do dente, a integridade da polpa e a estética estiverem comprometidas.

Faça você mesmo

A prova dos efeitos de uma alimentação ácida sobre os seus dentes é fácil de ser observada: deixe um osso de frango dentro de um copo de refrigerante por algumas horas. O osso ficará totalmente amolecido porque a acidez da bebida provoca uma erosão. O mesmo pode acontecer com seus dentes. A dieta influencia muito no surgimento da hipersensibilidade. Portanto, evitar refrigerantes é um passo para o alívio.

Quanto às famosas pastas dessensibilizantes, a eficácia delas varia - pergunte a duas pessoas sobre sua experiência e não se espante se as respostas forem divergentes. Mas, há uma gama diversificada de produtos nas farmácias e supermercados, a maioria contendo nitrato ou citrato de potássio, produtos que bloqueiam o estímulo nervoso da dor.

O ideal é o dentista recomendar qual é o creme apropriado a cada paciente, conforme a formulação, que sempre pode variar um pouco.

Outra maneira de preservar a saúde dos seus dentes é escová-los de maneira adequada e fazer bochechos com enxaguatórios que contêm flúor. Quanto mais protegida a dentição estiver, menos desgastes - e menos dor - sofrerá.

Comente:

Nenhum comentário