Higiene bucal é fundamental para desenvolvimento do bebê





Muitas mamães devem estar perguntando: Como? Se o bebê nasce sem dentes?

Acontece que, por volta do terceiro mês de gestação, os dentes do seu bebê já estão começando a se formar e a se tornar reconhecíveis. Algumas partes de todos os 20 dentes decíduos (dentes de leite) se formam antes do nascimento.Exceto por uma pequena parte do primeiro molar permanente, o resto dos dentes permanentes começa a se formar logo após o nascimento.

O ideal, segundo a odontopediatra Dra. Adriana Mazzoni, é o tratamento contínuo, ir ao dentista periodicamente, de acordo com a necessidade de cada paciente, e assim que decidir engravidar cuidar para que a gengiva e os dentes estejam em ordem. "Limpezas freqüentes e aplicações de flúor protegem os dentes para possíveis problemas de saúde bucal durante a gestação."

Durante a gravidez ocorrem alterações hormonais e um dos resultados dessas mudanças é o inchaço das gengivas. "Gengivas que abrigam restos de comida e bactérias ficam inchadas e isso faz do local ambiente ideal para o desenvolvimento de cáries e doenças gengivais", completa Dra. Adriana.

Um exemplo dessas doenças é a periodontite, que pode acarretar um parto prematuro. "Os bebês prematuros ainda não estão com seus dentes completamente formados e o esmalte dental possui menor resistência a ácidos bucais, além da demora do nascimento dos dentinhos de leite", explica.

Na gravidez além de a gestante ingerir muito mais alimentos ácidos, ela também costuma ter náuseas e vômitos constantes. Tudo isso faz com que aumente a acidez da saliva trazendo mais problemas dentários.

A odontopediatra explica que o mais importante é a mamãe escovar os dentes com mais freqüência, limpá-los com fio dental regularmente e manter uma dieta balanceada. Lembre-se, mamãe, cuidar de você é um ato de amor para o seu bebê!

Fonte: Sempre Materna



Comente:

Nenhum comentário